Notícias

  Publicado em 23 de Janeiro

Os jornalistas que viraram influenciadores

O jornalista Tiago Leifert estreou nesta segunda-feira, 22, sua segunda edição do Big Brother Brasil. A frente do BBB18, Leifert possui um alto nível de engajamento nas redes sociais. Levantamento da plataforma Airfluencers mostra que ele possui uma base de 1,5 milhão de seguidores no Instagram, apesar de ser um número abaixo de outros jornalistas mostrados adiante, o nível de engajamento de Leifert é alto. Bruno Carneiro, o Fred, do canal Desimpedidos, afirma, por exemplo, que Leifert sempre o influenciou e, atualmente, serve como referência para o canal.

 

O levantamento da Airfluencers mostra que Evaristo Costa, que deixou a Globo em julho do ano passado, possui a maior base no Instagram entre os jornalistas influenciadores. Evaristo tem 6,1 milhões de seguidores e apresentou um crescimento de 8% no número de fãs nos últimos três meses. Em segundo lugar, aparece Fátima Bernardes com 4,9 milhões de seguidores e uma alta de 22% em sua base nos últimos três meses, impulsionada pelo namoro com o advogado Túlio Gadelha.

 

Apresentadora do Esporte Espetacular, a jornalista Fernanda Gentil possui 4 milhões de seguidores no Instagram, alta de 4,3% nos últimos três meses. Mais recentemente, a jornalista Carla Vilhena entrou para o time de jornalistas influenciadores ao anunciar sua saída da TV Globo. Sua base no Instagram ainda é de 161 mil seguidores, porém, seu crescimento está em 21% nos últimos três meses. No dia 12 de janeiro, ela anunciou no post sobre mudanças na carreira, no dia 14 postou a foto dizendo que foi a última vez que entrou no carro de reportagem. Entre os dias 12 e 17 de janeiro sua base subiu de 149.749 seguidores para 157.020 seguidores.

 

“Os agentes de TV sejam atores ou jornalistas já exerciam influência por meio das novelas, através dos merchandising e os jornalistas sendo os formadores de opiniões. Com a expansão da rede social, eles passaram a serem criadores de conteúdo, a se apropriarem da sua imagem, a ter controle de sua imagem e expor suas idéias, e todo o faturamento que antes só a emissora faturava, agora é a própria pessoa que faz esse faturamento com o relacionamento com as marcas, o mercado do influenciador. É o empoderamento da imagem e conteúdo, em que ele decide o que é quando será publicado”, diz Rodrigo Soriano, CEO da Airfluencers.

 

Fonte: Meio&Mensagem, por Luiz Gustavo Pacete

0 Comentários




Repita: « 1 9 6 2
*Seu e-mail não será publicado.
ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista - Voltar
Facebook - ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista Twitter - ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista RSS - ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista
Artigos
Confira nossos artigos: Veja mais artigos - ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista
Enquete

Nenhuma enquete no momento

Newsletter - ACI - Associação Catarinense de Imprensa - Casa do Jornalista

Endereço

Av. Hercílio Luz, 639 – 9° andar
Sala 904/905 - Ed. Alpha Centauri
Centro – Florianópolis SC / 88020-000

Contatos

Fone/Fax: (48) 3222.2320
contato@casadojornalista.org
Copyright © 2012 Casa do Jornalista.
Desenvolvimento: Codde Comunicação Digital